INTRODUÇÃO À LITERATURA LATINA



Quem lê uma história da literatura latina encontrase diante
de uma narrativa contínua, uma narrativa
complexa na qual se encontram personagens diversos
– os escritores – que produzem suas obras. Ao ler assim,
tudo em seqüência, não se dá conta de quanto
trabalho, no tempo, foi necessário aos estudiosos para
reconstruir um quadro dos fatos e dos acontecimentos
literários tal que se possa, hoje, no estado atual do
conhecimento, defini-lo como completo.
O fato é que, de todos os textos da literatura clássica,
alguns se conservaram mais ou menos íntegros,
outros nos chegaram mutilados mais ou menos gravemente,
de outros permaneceram somente algum
pequeno fragmento, outros ainda desapareceram por
completo e sabemos só (por testemunhas indiretas)
que existiram um dia. O mesmo texto que lemos estampado
em edições não é senão o ponto de chegada
de uma história acidentada, no curso da qual sofreu
deformações e prejuízos de vários tipos que o tornaram
 cá e lá defeituoso ou talvez incorreto. O trabalho
dos filólogos providencia com perícia e paciência a
restituição da originária correção dos textos. Em resumo,
tanto a história da literatura grega ou latina
como os textos das obras que as acompanham, se
não tivessem sido integrados pelo trabalho dos estudiosos,
 resultariam muito mais lacunosos e incertos
do que hoje o são. Leia mais sobre....

Nenhum comentário:

Postar um comentário