Cocceius ( Nerva ) (~ 30 - 98)



Nascido em Umbria, eleito pelo senado após o assassinato de Domiciano, em apenas dois anos de governo notabilizou-se como administrador justo e introduziu reformas liberais tornando-se um dos governantes mais queridos da história imperial, embora não tenha tido apoio militar. Sua carreira política sustentou-se na lealdade e respeito ao senado. Tanto o avô quanto o pai de Nerva, ambos com o mesmo nome dele, eram famosos por seus talentos jurídicos. Entretanto, não desenvolveu essa habilidade e tornou-se político e um poeta menor. Foi amigo e conselheiro de Vespasiano e de Domiciano. Não se conhecem experiências militares ou nomeações para governos provinciais em sua carreira, mas durante as crises como a da rebelião de Saturninus, ele permaneceu decididamente leal ao Senado. Por sua idade, sua dignidade e o fato de não ter filhos, não havendo, pois, perigo de que ele fundasse uma dinastia ou adotasse os métodos autocráticos, foi escolhido imperador provisório (96) em substituição a Domiciano. Em suas reformas liberais, permitiu que os exilados voltassem e foi proclamada a liberdade, a libertas. Nomeou conselheiros ilustres e veneráveis, como Frontinus e Virginius Rumus, concluiu os projetos de construção de Domiciano, e promoveu mudanças administrativas e reformas financeiras. Ocorreram, então (97), duas revoltas: uma, menor, chefiada pelo ambicioso, cujas origens o tentavam a dar um golpe, mas que nunca obtinha sucesso sequer para que fosse condenado à morte como punição; a outra, um distúrbio sério no qual foi levado a adotar Trajanus e morreu pouco depois. Não pode ser descrito como um imperador eficiente ou admirável, e seu governo contribuiu para a melhoria das relações entre o imperador e o Senado, continuadas por Trajano, adotado por ele como seu sucessor para por fim aos distúrbios provocados pelos seus pretensos substitutos como Calpurnius Crassus e Casperius Elianus, este da guarda pretoriana.

http://www.dec.ufcg.edu.br/biografias/MarcuCoN.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário