Máfia italiana teria ameaçado Papa Francisco

Parece que as reformas que o Papa Francisco têm inserido na Igreja Católica estão desagradando a máfia organizada Ndrangheta.
Segundo o jornal "The Washington Post", um promotor - que já foi alvo da organização e vive sob proteção policial desde a década de 80 - teria afirmado que Francisco pode estar correndo risco de um possível ataque.
Ainda de acordo com a publicação, as modificações impostas por Francisco estariam deixando a máfia nervosa.
"Não posso dizer se a organização está em posição de fazer algo, mas eles são perigosos e vale a pena refletir", orientou o promotor.
"Se os chefões puderem achar um jeito de parar o Papa, eles vão considerar seriamente. Aqueles que até agora lucraram com a influência e a riqueza da igreja estão ficando nervosos. Por muitos anos, a máfia lavou dinheiro e fez investimentos com a cumplicidade da igreja. Mas agora o Papa está desmantelando os centros de poder econômico no Vaticano, e isso é perigoso", completou.
Ndrangheta é uma associação mafiosa que se formou na região da Calábria, na Itália. Ela não é tão conhecida quanto a siciliana Cosa Nostra, no entanto, atualmente, é a mais influente máfia italiana no mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário